Homem fica cego, desmaia e vive milagres ao acordar: “Jesus me salvou”

Atualmente, o pastor Mick Fleming trabalha nas ruas da cidade de Burnley, na Inglaterra, oferecendo comida, roupas e esperança a muitas pessoas que sofrem com a pobreza, com o abuso e com o vício em drogas e álcool. Mas no passado, ele era conhecido como um perigoso traficante de drogas.

Sua vida foi um tormento até que, finalmente, conheceu Jesus. Em sua história contada pelo God Reports, pode-se perceber que ele teve a mesma oportunidade de Paulo quando se encontrou com Cristo a caminho de Damasco.

Mick lembra que estava com sua arma carregada e aquele seria mais um dia de crime, quando se deparou com duas crianças pequenas, de aproximadamente 5 anos de idade.

Elas olharam para ele e uma luz ofuscante vinda das mãos de uma delas o cegou. “Tudo ficou branco e muito brilhante. Por 15 segundos não enxerguei mais nada”, disse Mick durante uma entrevista à BBC News. “Foi como olhar para o sol e eu fiquei ali paralisado”, continuou.

Como era a vida antes?

A vida de Mick foi prejudicada desde a infância. Ele conta que quando sua irmã mais velha estava com 20 anos, morreu repentinamente após um ataque cardíaco. Um dia antes de sua morte, Mick havia sido estuprado num parque, aos 11 anos.

Ele conta que não teve tempo de compartilhar seu trauma pessoal antes que toda a família fosse tomada pela tristeza. Encobrindo suas dolorosas memórias, Mick se envolveu num mundo violento e solitário, durante quase trinta anos.

Ele descreve esse tempo como “um inferno”, revelando que foi preso duas vezes por homicídio e três vezes por assalto à mão armada. Durante todo o tempo, porém, sua mãe orava e clamava por sua restauração.

Depois da cegueira

Quando Mick viu a forte luz que vinha das duas crianças, ele desmaiou e sofreu um colapso e, naquele momento, implorou a Deus que o ajudasse.

No desespero, tentou se matar com a arma que tinha em suas mãos, mas ela não disparou. Ele conta ainda que um policial chegou e atirou três vezes contra ele à queima-roupa, mas nenhuma das balas o atingiu.

No episódio seguinte de sua vida, Mick foi internado numa clínica psiquiátrica sob a Lei de Saúde Mental de Burnley. E foi ali que finalmente foi tratado com amor e conheceu o Pastor Tony, que ofereceu uma nova esperança para sua vida.

Virada de destino

O processo foi lento, mas Mick teve a vida transformada ao conhecer Jesus. Depois disso, ele estudou teologia e conheceu pessoas que passaram pelas mesmas lutas para sobreviver.

Com o tempo, passou a distribuir sanduíches e café para os moradores de rua e fiou muito conhecido. Um dia, foi entrevistado pela BBC News e muitas pessoas decidiram ajudá-lo nesta obra.

Ele foi juntando as doações até que teve condições de investir num imóvel onde pudesse fundar seu ministério. Até o príncipe William e a princesa Kate agraciaram sua igreja com uma visita real.

‘Perdoar para ser perdoado’

Há alguns anos, Mick fez amizade com um alcoólatra sem-teto e decidiu cuidar dele, até ele ficar sóbrio e reunir-se à família.

O homem morreu dois anos depois, mas sua família ficou grata por estarem todos juntos. Por ironia do destino, aquele foi o homem que o estuprou. Mick conta que conseguiu perdoá-lo.

Ao ser questionado sobre o motivo de ter agido assim com alguém que lhe causou tanto mal, ele respondeu: “Jesus me salvou, eu fui perdoado. E Jesus disse que deveríamos perdoar os pecados dos outros para também sermos perdoados”.

A história de Mick ilustra bem que todos os que clamam a Deus encontram socorro. Ele continua testemunhando o amor de Jesus a todos com quem encontra, em especial aos moradores de rua e viciados.

“Jesus veio para curar os corações partidos, proclamar liberdade para os cativos e libertação das trevas para os prisioneiros, conforme Isaías 61”, Mick concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *