Um centro missionário foi demolido e 18 pessoas da missão – incluindo um pastor – foram presas no norte da Índia, na semana passada.

Segundo o UCA News, um esquadrão especial, escoltado pela polícia local, destruiu o centro missionário pentecostal da Igreja Jeevan Jyoti e seu templo em Bhulandih, no distrito de Jaunpur, no dia 11 de outubro.

“Até agora, a polícia prendeu 18 pessoas associadas à missão, incluindo o pastor Durga Prasad Yadav”, disse um oficial da Igreja Pentecostal de Uttar Pradesh, que não teve o nome divulgado por razões de segurança.

E acrescentou: “Eles estão na prisão e estão sendo feitos esforços para libertá-los sob fiança”.

A ordem de demolição foi feita pelo governo do estado de Uttar Pradesh, liderado pelo partido nacionalista hindu.

Neha Mishra, uma alta funcionária do governo, afirmou à imprensa local que o centro e o templo foram demolidos porque foram construídos em terras do estado sem permissão.

Entretanto, um oficial da missão negou a irregularidade. “Um edifício de vários andares que fazia parte do centro não estava localizado em terras do governo”, afirmou.

O centro pentecostal estava no local há mais de uma década. Agora, todas as estradas que dão acesso ao centro foram bloqueadas pela polícia.

Cristãos perseguidos

Os cristãos em Uttar Pradesh relatam que a perseguição piorou no estado desde que Yogi Adityanath, do partido nacionalista hindu Bharatiya Janata, se tornou ministro-chefe em 2017.

Uma lei anti-conversão, que costuma ser usada por hindus contra cristãos, foi promulgada por Yogi em 2021.

Hoje, 89 cristãos estão em prisões de Uttar Pradesh, após serem acusados falsamente de violarem a lei.

“O governo não quer que os cristãos organizem cultos de oração, pois muitas pessoas que os frequentam aproximam-se de Cristo e dos seus ensinamentos”, observou o pastor local Dinesh Kumar.

“Não convertemos ninguém ilegalmente, mas ainda assim somos alvo e os nossos serviços de oração são alvo”, acrescentou ele.

O Fórum Cristão Unido (UCF), que monitora a perseguição na Índia, registrou 104 casos de violência contra cristãos em Uttar Pradesh somente neste ano, até agosto.

A Índia ocupa a 11ª posição da Lista Mundial da Perseguição 2023 da Missão Portas Abertas, de países mais difíceis para ser um cristão.

Fonte: Guia-me com informações de UCA News

The post Centro missionário é demolido e pastor é preso na Índia first appeared on Folha Gospel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *