“A guerra contra Israel é espiritual e satânica”, diz rabino messiânico

Ao lembrar que há mais de 2.000 anos os judeus estão em busca de paz, o rabino messiânico Jonathan Cahn disse que não importa o que façam, eles não são capazes de encontrá-la.

“É hora dos judeus seguirem as palavras de Ezequiel 45 e 46, que lhes dizem para remover a violência, no caso o Hamas e executar a justiça”, disse ao citar outro texto bíblico em entrevista ao canal Strang Report, divulgada no Charisma News.

Não se ouvirá mais falar de violência em sua terra, nem de ruína e destruição dentro de suas fronteiras. Os seus muros você chamará salvação, e as suas portas, louvor” (Isaías 60.18).

“Seja pelos filisteus, romanos, nazistas ou Hamas, o povo judeu tem sido desprezado por muitos em todo o mundo. Eles trabalham diligentemente pela paz, mas esta lhes escapa devido ao antissemitismo prevalecente”, apontou o rabino.

‘A paz é condicional’

O rabino ressalta que a paz é condicional. “O povo judeu deve voltar-se para o Messias. E é exatamente isso que está começando a acontecer na Terra Santa”, disse.

“Os grupos terroristas Hamas e Hezbollah, e certamente o Irã, deixaram claro, em termos inequívocos, que querem aniquilar os judeus da terra. A última invasão brutal de Israel pelo Hamas é apenas o mais recente exemplo que se destaca”, continuou.

“E com o renascimento de Israel como nação, em 1948, e os milhares de judeus que fizeram Aliyah a Israel nos últimos anos, como foi profetizado no Antigo Testamento, não é surpreendente que estes inimigos através do próprio Satanás façam tudo o que puderem, na tentativa de parar os propósitos de Deus”, mencionou.

‘Não há motivo, é espiritual e demoníaco’

O rabino diz: “Não há um motivo e não é algo natural. É sobrenatural, espiritual e demoníaco. O ódio, a fúria e a guerra milenar contra Israel é um sinal de que o inimigo de Deus, o inimigo de Israel (Satanás) também é real”.

“O que aqueles terroristas do Hamas fizeram com essas famílias não foi natural, foi satânico. As ações do Hamas lembraram os horrores perpetrados contra os judeus pelos esquadrões da morte, os nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, que iam de casa em casa para massacrar as famílias judias”, lembrou Cahn.

Para o rabino, é o mesmo espírito que está agindo agora: “É a mesma teoria satânica”. Ele também menciona que somente o Messias, o Príncipe da Paz poderá livrar Israel dessa guerra constante.

“Sem Ele não há paz. Somente quando eles se voltarem para Jesus, que é a esperança de Israel, eles encontrarão seu Shalom, sua paz”, resumiu.
Um dia, conforme o rabino, os terroristas não existirão mais: “Eles cairão, mas a nação de Israel continuará viva. A nação de Israel vive porque o Deus de Israel vive. Se você seguir o Deus de Israel, você viverá, o inimigo irá embora e nunca mais se ouvirá mais destruição em sua terra, conforme profetizou Ezequiel”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *